Fazer offseason para ganho de massa muscular não significa ficar gordo!

Offseason

Offseason

Não é incomum observar pessoas as quais praticam atividades físicas, mas, especificamente musculação om certo afinco e dedicação, mas, mesmo assim aparentemente não tem um corpo coerente com o que faz.

Dito de outra forma,  é frequentemente possível ver pessoas as quais encontram-se acima do peso e, com alto percentual de gordura, mesmo praticando musculação e mesmo tendo conhecimentos básicos de treinamento, nutrição entre outros fatores.

Normalmente, esses indivíduos justificam seu presente físico com a famosa frase “estou em offseason” ou ainda “estou em off!”. Mas, é possível considerar isso um real offseason? E, mais do que isso, seria offseason sinônimo de ganhar gordura a ponto de aparentar mais estar acima do peso do que com um corpo realmente em fase de crescimento muscular?

Certamente, o período de offseason tem um caráter fundamental no ganho de massa muscular e, diga-se de passagem, ele pode ser considerado essencial, afinal, pessoas as quais tentam crescer “sempre estando com percentual de gordura corpórea muito baixo” dificilmente tem bons resultados e, a chance de estagnarem seu desenvolvimento é grande. Porém, entende-se como “offseason” um período o qual o indivíduo ingere mais calorias do que gasta a fim de promover sinalizações e supercompensações anabólicas em seu corpo.

Basicamente, o período de offseason envolve um consumo maior não só de quantidades de alimentos, mas, tipos de alimentos (bem como divisões de macronutrientes), afim de otimizar esses processos objetivados.

Especialmente falando do offseason, a ingestão de carboidratos é uma das principais modificações do período de “cuting” (redução de gordura corpórea) e, como se sabe bem, carboidratos são muito mais facilmente armazenados em forma e gordura corpórea.

Consumir calorias a mais na dieta do que se gasta, para uma pessoa simplesmente “consome mais calorias” necessariamente significará o ganho de peso, variando esse entre o aumento da adiposidade, da retenção hídrica e, em partes, da massa muscular.

Objetivo do Offseason

Offseason


O diferencial de uma pessoa que faz um real offseason é fazer com que, especificamente a massa muscular tenda a aumentar significativamente e a gordura corpórea, o mínimo possível. E é justamente por isso que não podemos justificar o estado “gordo” de um indivíduo como um real “offseason”.

Se buscamos no offseason, melhorias para o corpo e, portanto, entre elas, a principal, o ganho de massa muscular, certamente não faria quaisquer sentidos aumentarmos significativamente a gordura corpórea, tanto porque, as proporções massa muscular X gordura corpórea seriam jogadas no lixo. Além disso, considere que o ganho de massa muscular é muito mais difícil que o ganho de gordura corpórea e ainda, a perda de massa muscular é muito mais fácil do que a perda de gordura corpórea. Injusto, não?

A crença de que o período de offseason significa ficar gordo perdurou e perdura entre muitos indivíduos simplesmente por acreditarem que, de alguma forma a gordura corpórea pode ter alguma influência positiva no anabolismo. E, apesar de essencial e vital no corpo, percentuais elevados de gordura corpórea em nada auxiliam no ganho de massa muscular e, principalmente, podem prejudicar o mesmo, visto os impactos hormonais negativos os quais tendem a ocorrer, como o aumento de estrógeno, entre outras disfunções.

É óbvio que ganhar gordura no offseason é praticamente inevitável e, isso não é algo alarmante, visto que você está em um saldo energético positivo. Entretanto, o que faz do indivíduo estar em um offseason muito bem feito é justamente fazer com que isso aconteça em uma proporção a qual a massa muscular seja ganha de maneira muito mais efetiva do que a gordura corpórea.

Há de se salientar ainda que, a retenção hídrica é praticamente inevitável no offseason e, diga-se de passagem, ela é essencial, altamente anabólica e não, não afetará em nada na sua fase de redução de gordura corpórea, uma vez que perder líquidos é extremamente fácil. A retenção hídrica é fundamental não somente nesses processos anabólicos, mas também, para fins físicos, como a prevenção de danos articulares entre outros.

Não é por acaso que se recomenda que, nessa fase, o indivíduo aumente a sua ingestão de sódio, justamente com esse princípio. E isso vale tanto para homens, quanto para mulheres, mas, é ainda mais relevante no caso dos homens.

Estar extremamente gordo no offseason não é uma prática de atletas, mas, de pessoas que normalmente justificam sua falta de determinação por conta de não seguirem uma dieta adequada.

A grande maioria dessas pessoas na realidade só querem desfrutar dos prazeres de uma alimentação e, mesmo assim, ainda querem se justificar perante aos outros. Porém, se elas tivessem algum ponto de razão, veríamos atletas profissionais aderindo a essas práticas, o que NÃO acontece.

Alimentação no Período Offseason

Offseason

Atletas de renome e, inteligentes, garantem sim uma alimentação mais prazerosa no offseason, mas, isso não quer dizer que comem feito uns porcos ou sem quaisquer tipos de regras. Se por um lado, as restrições excessivas no offseason são prejudiciais, o excesso também será, pois, bodybuilding é equilíbrio!

Tanto para homens quanto para mulheres é mais do que fundamental que haja uma devida estratégia nutricional e de treinamento para que seja objetivado o ganho de massa muscular.

Claramente, para o desenvolvimento de um bom corpo, faz-se necessário que o indivíduo contemple momentos em sua jornada e saiba entender cada um deles. É claro que ele terá de entender que seu corpo não estará “seco o bastante” no período de ganho de massa muscular, mas, deverá saber que isso, se feito da maneira correta, compensará muito no futuro quando também, um bom planejamento de redução de gordura corpórea seja feito.

Para tanto, é necessário que, seja você homem, ou seja você mulher, desfrute de bons profissionais e orientação adequada.

Na realidade hoje, a falta de resultados mais está associada com orientações inadequadas, crenças erradas e seguimentos e protocolos incorretos do que com quaisquer outras coisas.

Entender o que é cada processo será fundamental para o seu desenvolvimento em conjunto com uma boa equipe e, claro, muita dedicação, o que é sempre fundamental!

Bons treinos!

Marcelo Sendon

Avançado especialista em nutrição – IFBB

Graduando de Ed. Fisica

Atleta de bodybuilding

Marcelo Sendon

Marcelo Sendon é Avançado e especialista em nutrição – IFBB - Graduado de Ed. Fisica - Atleta Fisiculturista.

Website:

    Comentários no Facebook