Conheça a Dieta da Zona: a queridinha dos astros de Hollywood

Dieta da zona

A Dieta da Zona, muito utilizada pelos astros de Hollywood, prioriza a ingestão de todos os grupos alimentares, desde que consumidos nas quantidades indicadas.

Atualmente existem algumas denominações de dieta que tem sempre como objetivo a perda de peso e o sua manutenção. Um dos tipos de se tornou muito popular, inclusive entre o atores de Hollywood, é a Dieta da Zona, devido à diversas publicações do bioquímico norte americano Barry Sears.

Essa dieta consiste na perda significativa de peso, mesmo com uma alimentação que contem o consumo de carboidratos, proteínas e gorduras, na proporção de 40, 30 e 30% respectivamente, proporcionando assim um equilíbrio da quantidade de insulina e hormônios.

A Dieta da Zona também equilibra as calorias do corpo, pois esse é o objetivo de toda dieta (ou pelo menos deve ser) assim o organismo não armazena o seu excesso como forma de gordura. Por isso, de acordo com o pioneiro dessa dieta, o objetivo é manter o metabolismo de forma que ele sempre esteja queimando gordura, e não armazenando, com isso seus níveis serão reduzidos.

Desenvolvida pelo Dr. Barry Sears, PhD, a Zone Diet é um método que tem o propósito de controlar processos inflamatórios e gerar respostas hormonais dentro de uma zona de equilíbrio. Através deste equilíbrio é possível otimizar o desempenho do organismo, facilitando a queima de gordura, aumentando a performance física e mental, e prevenindo doenças crônicas como diabetes, obesidade e doenças cardiovasculares.

Entenda mais sobre a Dieta da Zona

Entenda mais sobre a Dieta da Zona

A Dieta da Zona gira em torno do hormônio da insulina, pois Sears acredita que ele é a chave para queimar a gordura, ou seja, o metabolismo deve ser acelerado através de 6 refeições por dia, por isso o balanceamento dos nutrientes é essencial, pois os alimentos ricos em gordura ou açúcar provocam uma grande produção de insulina, que acaba não sendo aproveitada e perdendo a eficiência.

A Dieta da Zona não foca na restrição completa de carboidratos, ela prioriza seu consumo com moderação, pois assim leva a um equilíbrio hormonal, sendo a principal forma para conquistar a perda de peso. Já em se tratando de proteínas, seu consumo é um fator importante, pois sem esse grupo alimentar presente, o corpo não funciona em sua melhor capacidade e assim se torna difícil alcançar a perda de peso.

Por isso, a alimentação focada no equilíbrio hormonal, vai fazer com que seu metabolismo ocorra da melhor forma possível para conseguir atingir a perda de peso. Por isso, ao consumir 40% de carboidratos ao dia, o corpo vai utilizá-lo como fonte de energia, ou seja, essa alimentação vai proporcionar ao corpo que ele fique na “zona” ideal do metabolismo.

As refeições não devem exceder a 500 calorias, e os lanches a 100, por isso até o corpo se acostumar há a sensação de fraqueza, pois esses valores são menores do que maioria está acostumada a ingerir. Essa é a primeira identificação de como o corpo começa a perder peso.

Benefícios da Dieta da Zona para a Saúde

Benefícios da Dieta da Zona para a Saúde

Além da perda de peso, a Dieta da Zona também vai trazer para outros benefícios para saúde, como por exemplo o controle da diabetes para os que sofrem com essa condição e a melhorara o risco e problemas cardiovasculares.

Mesmo que você não tenha qualquer problema de saúde essa dieta vai te deixar na zona de metabolismo que vai trazer além de mais energia para realizar suas atividades diárias, também melhores hábitos alimentares

A Dieta da Zona pode ser usada temporariamente para perder peso ou pelo longo da vida, pois por não usar técnicas abusivas de restrições ela nunca trará prejuízo ao corpo. É uma dieta simples e fácil de seguir e o consumo de baixas calorias no seu cardápio vai se tornando algo natural.

Dicas de Alimentos do Cardápio da Dieta da Zona

Dicas de Alimentos do Cardápio da Dieta da Zona

Como vimos, a Dieta da Zona permite um consumo de 40% de carboidratos, por isso se diferencia de tantas outras, com isso além de te ajudar a perder peso, esta dieta também pode ajudar a controlar os sintomas da diabetes.

A Dieta da Zona indica alguns grupos alimentares, por isso os veganos terão um pouco mais de dificuldade de segui-la, pois as quantidades de proteínas vindas das carnes vermelhas correspondem a 30%  do total.

O macarrão, assim como a carne vermelha, é excluído de muitas dietas, no entanto na da Zona é possível a ingestão desse alimento, desde que seja o integral e que se saiba controlar o tamanho de suas porções.

A Dieta da Zona é um ótimo jeito de diversificar e experimentar novos alimentos, assim como o Tofu, que é rico em proteínas magras e que ajuda também a mantê-lo satisfeito. Porém os alimentos que já fazem parte das dietas também são bem vindos na Dieta da Zona, como os vegetais e frutas.

Os vegetais, ricos em carboidratos, gorduras ou proteínas, são consumidos dentro da permissão calórica e as frutas, por conterem açúcares naturais e outros grupos alimentares são bem indicadas, porém deve-se evitar bananas, devido ao seu alto valor calórico, já que você tem uma porcentagem para mantê-lo ao longo do dia.

Galinha, peru, claras de ovos, peixes e outras carnes magras são ótimas dicas para sua dieta, pois os 30% de proteínas recomendados virão delas e você terá saciedade e não “passa fome”.

A variedade de alimentos para consumir na Dieta da Zona é enorme, pois por ser uma das dietas menos restritivas, você pode usar da criatividade e escolher alimentos saudáveis e que agradam o seu paladar com mais facilidade (e baixo custo).

O seu sucesso depende de conseguir ficar na zona, e seguir as proporções de cada grupo alimentar, o que vai fazer com que perca peso e tenha uma saúde melhorada, pois o excesso de insulina além de gerar ganho de peso prejudica o organismo.

Beba pelo menos 2 litros de água por dia para manter o corpo hidratado e ajudar ainda mais nos resultados da Dieta da Zona. E ao aliar uma suplementação à dieta e ao ganho de massa magra, saiba acrescentar a quantidade de carboidratos, proteínas e gorduras a quantidade indicada ao dia.

Lembrando que as frutas misturadas à água para preparar sucos ou o óleo para fazer algum alimento também contam como proporção do grupo alimentar, por isso fique atento, e jamais faça uma dieta sem o acompanhando de um profissional especializado, pois o que para algumas pessoas pode ser vantajoso, para outras não é.

Deu para conhecer um pouco mais sobre a Dieta da Zona? Comente abaixo e deixe sua opinião sobre a Dieta..

Facebook Comments

Douglas

Douglas é fundador do GanharMassaMuscular.net e do GMM Suplementos. A missão do blog que pertence à GMM Suplementos é ajudar as pessoas a assumir o controle de sua saúde e aptidão, seguindo um estilo de vida saudável e agradável que não só lhes dá o corpo que sempre quis, mas permite-lhes viver uma vida longa, vital, livre de doença. Todos os artigos do Ganhar Massa Muscular são publicados por profissionais da área e antes, são estudados e pesquisados por fontes cientificas e por métodos utilizados por atletas. Tudo isso para ajudar você, praticante amador ou profissional a conquistar os seus objetivos.

Website: http://www.ganharmassamuscular.net

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *