As 4 principais desculpas que iniciantes e intermediários dão para não fazer dieta

As-4-principais-desculpas-que-iniciantes-e-intermediarios-dão-para-não-fazer-dieta

Você quer ter melhores resultados? fazer dieta pode ser o que está faltando pra você. Porém muitos dão algumas desculpas na hora de fazer. São mais ou menos essas:

  • Não sei cozinhar;
  • Não tenho dinheiro;
  • Não gosto de comer sempre as mesmas coisas;
  • Não tenho tempo.

Seguir uma dieta realmente não é nada fácil, até que se torne um hábito  que te faça feliz, ela será uma tortura.

Entretanto, sendo ou não algo fácil, é extremamente necessário fazer dieta. Afinal, é através do que comemos que nos tornamos o que somos, seja em questões relacionadas com o nosso físico (aparência), o nosso estado de humor e de bem-estar, ou com a nossa saúde (que talvez seja o fator mais relevante disso tudo).

Todavia, mesmo conhecendo a importância que há em fazer dieta e, principalmente, em fazê-la de uma forma adequada, muitos a negligenciam e, simplesmente, passam a se alimentar de maneira errônea, comendo unicamente para sobreviver; e não para otimizar a sua vida.

Dito de outra forma, muitos deixam de lado a sistematização da dieta por N fatores, os quais, em suas grandes partes, não passam de desculpas esfarrapadas.

Na realidade, não são apenas grande parte dessas desculpas, mas todas elas são esfarrapadas, visto que,“quem quer, faz”

portanto, isso não poderia ser diferente com a dieta.

Sabendo disso, para que não reste dúvidas de quão esfarrapadas estão sendo as suas desculpas no processo de não fazer dieta, hoje vamos listar algumas delas.

A fim de que você possa trazer em seu nível consciente que, nem sempre dar desculpas te levarão para o caminho correto, aliás, em grande parte, às desculpas apenas trarão prejuízos em diversos aspectos da sua vida.

1- “Não sei cozinhar” como vou fazer dieta

As-4-principais-desculpas-que-iniciantes-e-intermediarios-dão-para-não-fazer-dieta
Muitos deixam de fazer dieta, simplesmente porque dizem não saber cozinhar.

Mas é claro: é muito mais fácil, morrer sem saber do que aprender algo, certo? Porém, as coisas que aprendemos ao longo de nossas vidas podem ser utilizadas com grande eficiência no dia a dia; por menores que sejam elas.

Aliás, é justamente porque ninguém nasce sabendo que a vida é um constante aprendizado. E esse aprendizado é tão contínuo e de suma importância que,

Por exemplo, nossos pais nos fazem o tempo todo, quando somos crianças, ficar em uma boa escola e exigem o máximo de nosso esforço. Além de, não nos deixam desistir.

A aprendizagem se torna um hábito que é consolidado e acabamos nos acostumando com isso.

É óbvio que ninguém nasce em uma boca de fogão e, é óbvio que ninguém vai nascer sabendo cozinhar, mas pare de dizer “não sei cozinhar”, isso não é desculpa para não fazer dieta. Se não sabe fazer, APRENDA!

Não adianta querer começar pelo complexo e difícil, comece pelo fácil e vá superando seus desafios. Se na primeira vez não deu certo ou saiu mal feito, tente outra vez, e vá melhorando pouco a pouco.

Digamos que você realmente seja muito preguiçoso(a) e não queira aprender nada, Ok! Mesmo assim ainda existem outras opções:

  • Comidas prontas (não falo de comidas processadas de baixo valor nutricional);
  • Salgados;
  • Doces proteicos;
  • sorvetes (ajuda à manter-se são na dieta).

Hoje existem inúmeras empresas com boas opções e, exclusivos especialistas em culinária saudável onde as opções são muitas, inclusive de personalização, de suas próprias refeições.

E elas incluem pratos, desde frescos e sérvios na hora, até entrega  diária de marmitas e de programas alimentares congelados para determinados dias.

Portanto, na pior das hipóteses, você não precisa saber cozinhar, poderá pedir sua própria comida e ela virá prontinha na sua casa!

2 – “Não tenho dinheiro” pra fazer dieta

as-4-desculpas-que-iniciantes-dão-para-não-fazer-dieta

Outro grande problema são pessoas que insistem em dizer que dieta é caro.

Na realidade, dizer que fazer dieta não é caro seria uma grande mentira, pois obviamente, temos de compreender que tudo é caro hoje em dia, e não poderia ser diferente com a alimentação, ainda mais quando você precisa ser um tanto quanto seletivo.

Entretanto, vamos fazer um cálculo rápido:

  • Um lanche dessas Hambúrguerias famosas, custa em média R$18,00 ( Você se entope de porcaria, não se alimenta direito e logo vai querer comer de novo).
  • Os salgados que você come durante o dia não sai por menos de R$3,00.
  • Nesse “pequeno gasto”, temos R$21,00  por dia.
  • Sendo assim, isso nos leva por mês, a gastar em média R$630,00.

Você acha isso pouco?

Levando  isso em consideração calcule que,

  • 1kg de carne, dê primeira saia em torno de R$20,00  (podendo ela ser aproveitada por um dia, ou até um dia e meio);
  • 1kg de arroz ( pode ser aproveitado por pelo menos duas semanas);
  • Considere também que a sua saúde não está sendo prioridade e, logo você terá de gastar com medicamentos, médicos e consultas.

Então, o custo X benefício é bem mais vantajoso para a dieta.

Pare para pensar, será que fazer dieta é realmente caro, se comparamos com o que você come de porcarias durante o dia?

Normalmente, as pessoas associam dieta com algo caro porque muitos nutricionistas andam fantasiando demais o ato dietético, ou seja, utilizam de métodos pouco eficazes e, ao mesmo tempo, caríssimos.

É semente de chia para cá, é semente de linhaça para lá, é farinha de não sei o que, iogurte grego.  E por aí seguem as inúmeras frescuras. Então o que na realidade é caro, não é a dieta, mas às invenções que os nutricionistas fazem em cima dela. E que por sinal, são prejudiciais.

Opte pelo básico e você verá como, inclusive, é muito mais propenso você economizar dinheiro com uma dieta, posso garantir!

3 – “Não gosto de comer sempre as mesmas coisas”as-4-desculpas-que-iniciantes-dão-para-não-fazer-dieta

E quem disse que dieta deve ser sinônimo de tortura?

Se você associa dieta com sempre comer as mesmas coisas, está trazendo um conceito errado dessa palavra, pois limitar a variedade de alimentos, significa limitar também a ingestão de nutrientes, e isso é extremamente prejudicial fugindo do aspecto saudável da dieta.

Fazer dieta não quer dizer ficar comendo sempre as mesmas coisas, mas sim planejar adequadamente as suas refeições para que, como um todo, elas possam atender às suas necessidades individuais e, além disso, proporcionar satisfação à você.

Dito de outra forma, você deve variar a forma que você come, sempre atendendo às necessidades nutricionais que precisa suprir. Para que isso seja realmente possível, você deve ter um conhecimento básico dos alimentos.

Deve saber:

  • O que são proteínas;
  • O que são carboidratos;
  • O que são lipídios;
  • Quais as principais fontes alimentares desses nutrientes, bem como, o quanto cada alimento consegue fornecer deles.

Obviamente, nem sempre você conseguirá fazer EXATAMENTE A MESMA COISA todos os dias, mas, pequenas variações nos nutrientes diários não causarão prejuízos.

Portanto, esqueça de dizer que você não faz dieta porque não consegue comer às mesmas coisas. Varie e torne esse HÁBITO algo realmente vantajoso para você, para sua saúde e consequentemente, para seus resultados também.

4- A “Não tenho tempo” pra fazer dieta

as-4-desculpas-que-iniciantes-dão-para-não-fazer-dieta

Com a correria do dia-a-dia, muitos usam esse pressuposto para dizer que não tem condições de fazer dieta, porque não conseguem tempo suficiente para se alimentar, tão pouco, para preparar suas refeições.

Nos termos de preparo, você tem a opção de se planejar, remanejar seu tempo preparando todas as refeições em um só dia e depois utiliza-las na semana (ou a cada três dias) e ainda, solicitar comidas prontas, como explicado no primeiro item deste artigo.

Porém, se você não tem tempo para se alimentar, existem hoje soluções muito eficientes:

  • sacode;
  • barras de proteínas;
  • pudins proteicos;
  • pequenos muffins proteicos, e assim por diante.

Esses pequenos “Snacks” estão cada vez melhores, tanto em termos de qualidades organolépticas quanto, principalmente no caráter nutricional, que é o mais importante.

Eles não levam muito tempo para serem consumidos, não necessitam de preparo e são fáceis de serem transportados.

Obviamente, o alimento sólido é sempre a melhor opção, tanto em termos de custo, quando no quesito nutricional (os quais somente os alimentos conseguem ter). Porém, quando não há alternativas, essas se tornam opções muito viáveis.

Assim, facilmente o tempo não será mais problema para você. Basta conhecer as opções que lhe são disponíveis, manipulá-las da melhor forma possível e individual para si.

Conclusão:

Quem quer faz, quem não quer, arruma desculpas! E isso não é diferente quando o assunto é fazer dieta. Muitas pessoas dão inúmeras desculpas furadas para não fazer,  e acabam sempre estando em maus resultados. E ainda querem reclamar alto.

Mas sabemos da importância que há na dieta e que esforços são necessários. Portanto, desculpas esfarrapadas jamais incrementarão resultados.

Faça por onde e otimize sua saúde e claro, seu físico.

Bons treinos!

E um forte abraço.

Marcelo Sendon

Marcelo Sendon

Marcelo Sendon é Avançado e especialista em nutrição – IFBB – Graduado de Ed. Fisica – Atleta Fisiculturista.

Website:

    Comentários no Facebook