Creatina: o que é, efeitos e recomendações

creatina

Ainda existem muitas dúvidas sobre o consumo da creatina e seus efeitos no organismo. Por muitos anos considerada uma vilã, apontada como prejudicial para alguns órgãos, como o fígado e os rins, a Creatina está hoje entre os ergogênicos mais consumidos no mundo esportivo.

A Creatina tem como principal função, aumentar a performance e o desenvolvimento físico, além do outros benefícios já conhecidos. Estudos mostram a eficácia da Creatina frente a problemas patogênicos, crônicos, degenerativos e metabólicos.

O que é a Creatina ?

O-que-é-a Creatina

A Creatina é uma substância composta por 3 aminoácidos, Arginina, Glicina e Metionina. Proveniente do consumo alimentar, a Creatina pode ser encontrada em pequenas proporções nas carnes vermelhas e nos peixes.

A Creatina é sintetizada pelo fígado e pâncreas e, em sua maior parte, secretada pelos rins e eliminada na urina como creatinina. Porém a quantidade de Creatina sintetizada pelo organismo é muito pequena. Para obter a dose diária recomendada de 5g seria necessário ingerir 1kg de carne.

Como a Creatina atua no organismo

A Creatina atua no fornecimento de energia para o corpo durante as atividades intensas e de curta duração, ou atividades de explosão. Envolvida nos processos de síntese e ressíntese do ATP (primeira fonte de energia utilizada durante o exercício) a Creatina, aumenta os estoques de ATP no organismo.

A Creatina também auxilia na redução de danos causados pelos treinos à musculatura. Por reduzir a fadiga, a Creatina possibilita o aumento da intensidade dos exercícios, favorecendo a hipertrofia muscular.

Porém, sozinha, a Creatina não contribui em nada para a obtenção de músculos. É preciso seguir uma dieta eficiente, como a do ebook 137 Receitas.

Como tomar Creatina

Como-tomar-Creatina

A Creatina é vendida em duas apresentações: pó e cápsulas. Seu consumo deve ser realizado de acordo com a recomendação de um profissional.

A maioria das Creatinas encontradas no mercado já vêm com bulas informando a quantidade a ser consumida, porém pode variar de acordo com o estado de saúde de cada indivíduo. Para praticantes de atividade física o consumo sugerido é em torno de 2g a 3g, podendo chegar a um máximo de 5g por dia.

A recomendação é que a Creatina seja consumida até mesmo nos dias em que não houver treino, para que a sua eficiência seja completa. Após 90 dias de uso contínuo, a orientação é realizar uma pausa de um mês para evitar que o organismo cesse a produção dessa substância. É importante ressaltar que durante a pausa do consumo da Creatina os treinos devem continuar normalmente. Aproveite para conhecer o eBook 137 Receitas, uma forma de aprender a planejar sua dieta para o aumento rápido da massa muscular.

Saturação de Creatina

Saturação-de-Creatina

Muitos atletas adotam uma prática chamada saturação, que consiste no consumo de 20g diárias de Creatina por cerca de 6 dias consecutivos. Apesar de a prática apresentar bons resultados no aumento da substância nos músculos, alguns efeitos colaterais foram sentidos como: dores no estômago, náuseas, diarreia e problemas cardíacos.

Quem não pode tomar Creatina

A Creatina deve ser evitada por lactantes e gestantes por falta de estudos sobre seus efeitos neste público. Crianças e adolescentes também não devem tomar, exceto se recomendado por um nutricionista.

Para os diabéticos e pacientes renais também não é aconselhável o consumo da Creatina, pois ela pode sobrecarregar os rins.

Creatina na prevenção de doenças

Além da suplementação alimentar, o uso da Creatina pode prevenir a degeneração do tecido cerebral e doenças neurológicas. Um estudo publicado na revista “NeuroMolecularMedicine” mostrou que a suplementação exógena de creatina, obviamente em dosagens menores que as usadas para efeitos ergogênicos, foi eficaz no tratamento de doenças como o mal de Parkinson. Porém, a Creatina não pode ser considerada como fator único de tratamento ou cura.

Conclusão:

em resumo, pode-se dizer que a creatina funciona, ela é considera um anabolizante natural, podendo aumentar a força do praticante de musculação em longo prazo.

Forte abraço,

até logo.

137 RECEITAS PARA GANHAR MASSA MUSCULAR

E se eu lhe disesse que você pode construir músculos e perder gordura comendo alimentos que você ama todas as semanas?

Em suma, se eu lhe dissesse que uma dieta adequada para maximizar a perda de gordura ou crescimento muscular é muito mais simples e agradável do que você é levado a acreditar?

Imagine você comer alimentos deliciosos, todos os dias... sem precisar se sentir com fome... tendo grandes níveis de energia para os treinos... e observando seu corpo responder exatamente como você deseja, deixando cair gordura ou adicionando músculo cada semana.

E imagine finalmente entender como uma dieta adequada realmente funciona...

Bem, tenho boas notícias.

Este livro digital irá mostrar-lhe o caminho.

Receba em seu email o E-book gratuito treinos de 15 minutos que derretem a gordura + os melhores artigos e Vídeos exclusivos do blog, (vídeos só para quem é cadastrado)

Douglas

Eu sou Douglas fundador do GanharMassaMuscular.net Minha missão é ajudar as pessoas a assumir o controle de sua saúde e aptidão, seguindo um estilo de vida saudável e agradável que não só lhes dá o corpo que sempre quis, mas permite-lhes viver uma vida longa, vital, livre de doença. Todos os artigos do Ganhar Massa Muscular antes de serem publicados são estudados e pesquisados por fontes cientificas e por métodos utilizados por profissionais da área. Tudo isso para ajudar você, praticante amador ou profissional a conquistar os seus objetivos.

Website: http://www.ganharmassamuscular.net

Comentários no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *